Professores da UEPB aprovam ações da campanha salarial 2019 e escolhem delegados ao 38º Congresso do ANDES-SN

Os professores da UEPB já começaram a definir as atividades que serão desenvolvidas pela categoria e seu sindicato na campanha salarial 2019. Entre elas estão o encaminhamento da pauta de reivindicações ao Governo do Estado, a formulação de novas ações judiciais e uma assembleia em conjunto com técnicos-administrativos e estudantes.

Uma das primeiras atividades da campanha salarial será o encaminhamento de uma pauta de reivindicações ao Governo do Estado, demonstrando as perdas salariais acumuladas nos últimos anos e solicitando sua reposição. As perdas já ultrapassam mais de 25%, tanto para os ativos como para os aposentados.

A pauta também buscará a liberação das progressões e promoções previstas no Plano de Cargos, Carreira e Remuneração – PCCR e que estão congeladas pela lei estadual 10.660/2016.

Assembleia

Outra atividade aprovada pelos professores será a articulação de uma assembleia conjunta com técnicos e estudantes, no início do próximo semestre, para avaliação a crise orçamentária e financeira que a UEPB continuará a enfrentar em 2019, com uma nova redução do seu orçamento, segundo está previsto na Lei Orçamentária anual.

Ações

Mais uma iniciativa aprovada na assembleia foi uma avaliação da assessoria jurídica da ADUEPB, sobre a possibilidade da promoção de novas ações judiciais para obrigar o Governo do Estado a cumprir a data base da categoria e a reposição das perdas salariais dos servidores públicos, prevista na Constituição Federal e Estadual.

ANDES-SN

Na assembleia também foram escolhidos os delegados da ADUEPB ao 38º  Congresso do ANDES-SN, que ocorrerá no período de 28 de janeiro a 02 de fevereiro, em Belém-PA.

Foram disponibilizadas três vagas para a base da categoria. Foram eleitas na assembleia as professoras Mauriene Freitas, Lurdes Sarmento e Lenilda Macedo. Representando o sindicato, participará o presidente da entidade, Nelson Júnior.

Campanha

Também foi aprovada na assembleia a realização de uma campanha com o objetivo de construir iniciativas que empoderem os professores no enfrentamento aos ataques a democracia e a liberdade de cátedra na UEPB.

Entre as ações previstas na campanha estão: a criação um e-mail para receber denúncias dos professores vítimas de agressões psicológicas, morais ou físicas; elaboração e fixação de cartazes em salas de aula;  construção de  uma cartilha, com base em materiais já elaborados pelo ANDES-SN  e Assessoria Jurídica da ADUEPB; reuniões formativas em todos os Centros da UEPB para dialogar com  os  professores e as professoras sobre essa nova realidade e o acompanhamento da Assessoria Jurídica do sindicato para os docentes que forem vítimas de agressões e/ou perseguições.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *