Reitoria se compromete com ADUEPB a pagar 13º, férias e outros direitos a professores substitutos

Os professores substitutos da UEPB receberão o 13º salário, férias e indenizações com o encerramento dos seus contratos no pagamento do mês de dezembro. Este foi compromisso do reitor da instituição, Rangel Júnior, com a diretoria da ADUEPB, durante uma audiência realizada hoje pela manhã.

O temor do não pagamento dos direitos trabalhistas aos professores substitutos foi levado a audiência pela diretoria da ADUEPB, depois que o sindicato recebeu várias reclamações de docentes.

Ontem à tarde a diretoria da ADUEPB também realizou, em sua sede administrativa, uma reunião com docentes substitutos para repassar os resultados da audiência com a Reitoria e discutir estratégias para resguardar os direitos trabalhistas deste segmento da categoria.

PIBIC

Na audiência com o reitor também foi apresentada a reivindicação do retorno da taxa de bancada para os professores que possuem projetos de PIBIC. A taxa foi cortada, segundo justificativa da Reitoria, porque nem todos os professores utilizavam os recursos, que ficavam retiros e com a gestão precisava dos recursos paga realizar o pagamento de fornecedores foi utilizado com este objetivo. O reitor garantiu que em 2019 pretende voltar a disponibilizar os recursos para os docentes que incluírem em seus projetos uma solicitação de ajuda.

REPOSIÇÃO

Com relação a reposição salarial para os professores, a ADUEPB informou que ainda em dezembro encaminhará à Reitoria sua pauta de reivindicação da campanha salarial 2019, incluindo um percentual de reposição. A Reitoria se comprometeu a apresentar o documento para apreciação na primeira reunião do próximo do Conselho Universitário, que provavelmente ocorrerá no mês de fevereiro.

A aprovação da proposta de reposição salarial pelo Conselho é necessária para que a decisão seja encaminhada ao Governo do Estado, que com base nela pode encaminhar um projeto de lei a Assembleia Legislativa concedendo a reposição. A diretoria da ADUEPB informou que encaminhará a pauta da campanha salarial 2019 ao Governo, nos primeiros dias de janeiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *