37° Congresso aprova plano de lutas dos Setores das Estaduais e Federais

Já na noite de sábado (27), os participantes do 37° Congresso do ANDES-SN aprovaram os planos de lutas específicas dos Setores das Instituições de Estaduais e Municipais de Ensino Superior (Iees/Imes) e das Federais de Ensino (Ifes).
Entre as deliberações no plano das Iees/Imes estão a denúncia dos ataques aos direitos dos docentes, a construção de um dossiê sobre a situação dos ataques às estaduais e municipais, o levantamento do financiamento dessas instituições, a realização da Semana Nacional de Lutas das Estaduais e Municipais em maio e do 16° Encontro Nacional do setor, no segundo semestre de 2018. Além disso, irão lançar em todos os estados a Frente Nacional em Defesa das Instituições Públicas de Ensino Superior.
Já em relação a luta dos docentes das Federais, foi aprovada a intensificação das ações, em conjunto com servidores estaduais e municipais e outras organizações, entidades e movimentos sociais e populares, contra diversos ataques como o programa de demissão voluntária, a Medida Provisória 805/17, pela revogação da Emenda Constitucional 95/2106 e da Contrarreforma Trabalhista, e contra a Reforma da Previdência.
Os delegados aprovaram ainda os itens da pauta de reivindicações que será encaminhada ao governo federal, bem como os que serão apresentados para integrar a pauta unificada dos servidores públicos federais (SPF), que será debatida em reunião ampliada do Fórum das Entidades Nacionais dos SPF (Fonasefe), na próxima semana (3 e 4/02).
Confira a agenda aprovada:
3 e 4 de fevereiro – Reunião Ampliada do Fonasefe e Dona até, em Brasília;
5 de fevereiro – pressão junto aos parlamentares no Congresso Nacional para barrar a contraterrorismo da Previdência;
10 e 11 de março – reunião do Setor das Ifes em Brasília;
Março – Dia Nacional de lutas em defesa das IES públicas;
Abril – Reunião conjunta dos setores das Ifes, Iees/Imes e GT Carreira.

Luta em defesa dos CAP
Os docentes aprofundaram também o debate e definiram ações para ampliar a atuação do Sindicato em defesa dos docentes que atuam nos Colégios de Aplicação, tanto quando a aspectos relativos à concepção, organização e funcionamento dessas unidades, com a produção de materiais informativos.

 

Fonte: ANDES-SN – 28/01/2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *