Professores da UEPB apoiam greve dos funcionários dos Correios

Os professores da UEPB aprovaram, por unanimidade, em sua última assembleia geral, no dia 27/10,  uma moção de apoio à greve dos funcionários da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos – ECT, que estão paralisados desde o dia 20 de setembro, reivindicando reposição salarial e contra a privatização da estatal. Abaixo a noção de apoio:

 

MOÇÃO DE APOIO

A Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos – ECT e os serviços postais públicos brasileiros estão sofrendo há anos uma intensa ofensiva dos setores ligados ao grande capital, que buscam promover seu desmonte e a sua privatização.

A greve dos funcionários da ECT, em 26 estados brasileiros, desde o dia 20 de setembro, é uma consequência direta da postura da direção da empresa de não negociar com os trabalhadores, para manter o acordo coletivo de 2016 até a entrada em vigor da reforma trabalhista, que resultará num acordo com menos direitos para os trabalhadores e crescimento dos lucros para as empresas e investidores que se interessarem em comprar a estatal.

Mesmo com a decisão liminar do Tribunal Superior do Trabalho – TST contrária à greve, os trabalhadores mantém o movimento, que nos últimos dias cresceu com a adesão dos dois principais centros de emissão de cartas e encomendas do país, no Rio de Janeiro e em São Paulo.

Diante destas graves ameaças e dos ataques a ECT e aos trabalhadores, os professores da Universidade Estadual da Paraíba, reunidos em assembleia geral, no dia 27 de setembro de 2017, aprovaram o apoio e a solidariedade da categoria a luta dos empregados da empresa.

Campina Grande, 27 de setembro de 2017.

Diretoria da ADUEPB – S.Sind ANDES-SN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *