Assembleia define reivindicações para data-base, empossa diretoria e escolhe delegação ao Congresso do ANDES-SN

Os professores da Universidade Estadual da Paraíba – UEPB já acumulam uma perda salarial de 26,42%, nos últimos anos. Este percentual foi identificado num estudo realizado pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos – Dieese-PB e será incluído na pauta de reivindicações da categoria ao Governo do Estado, ainda este ano, já que a data base dos servidores públicos estaduais será em janeiro. A decisão foi deliberada numa assembleia geral  da ADUEPB, realizada hoje pela manhã, em Campina Grande.

A elevada defasagem salarial dos professores da UEPB ocorre porque a última reposição que categoria conseguiu em seus vencimentos foi no ano de 2014. No ano passado, a greve dos docentes só resultou num acordo para descongelar as progressões de carreira, não incluindo nenhum tipo de benefício salarial.

Na pauta de reivindicações que será encaminhada ao Governo do Estado também foram incluídos os seguintes pontos: defesa inalienável da educação pública superior; Defesa da autonomia Administrativa e financeira da UEPB em conformidade com a lei 7.643 de 04 de agosto de 2004; Respeito ao orçamento da UEPB por parte do  poder do governo Estadual e Investimento do governo Estadual na infraestrutura da UEPB.

INFORMES

No ponto de pauta de informes, a diretoria da ADUEPB repassou informações sobre a sua participação nas atividades dos professores da Universidade Estadual do Rio Grande do Norte, que estão em greve cobrando pagamento de salários em dia e reposição salarial; o acompanhamento judicial aos professores envolvidos nos conflitos com a Polícia Militar no Campus de Guarabira e a audiência com o reitor da UEPB, realizada 19/12.

ANDES-SN

Na assembleia dos professores também foi discutida e deliberada a delegação da ADUEPB ao 37º Congresso do Sindicato dos Docentes das Instituições de Ensino Superior – ANDES-SN, que ocorrerá em Salvador (BA), no período de 22 a 27 de janeiro de 2018. Foram escolhidos os professores para integrarem a delegação: Mauriene Freitas, Marcelo Medeiros, Paula Castro, Belarmino Mariano, Elza Dantas e Ozeas Jordão. O presidente da ADUEPB, Nelson Júnior, participará representando a entidade.

DIRETORIA

No final da assembleia ocorreu a solenidade de posse da nova diretoria da ADUEPB para o período 2017-2019. A solenidade foi conduzida pela presidente da Comissão Eleitoral, Paula Castro e contou com a participação de representantes da Central Sindical e Popular – CSP- Conlutas, do ANDES-SN e do DCE-UEPB.

O representante da CSP-Conlutas, David Lobão, saudou a nova diretoria e lembrou que a importante atuação da ADUEPB na luta para barrar as contrarreformas deverá se repetir em 2018, quando a pressão política para impedir a aprovação da reforma da previdência começará a partir de janeiro.

O vice-presidente da Secretaria Regional NE II do ANDES-SN, Josevaldo Cunha, parabenizou a nova diretoria pela eleição e disse que a posse ocorre em meio a várias lutas importantes contra a retirada de direitos, que devem ter continuidade na próxima gestão da ADUEPB. O diretor do DCE-UEPB, Rauan Batista, representou a entidade na solenidade e ressaltou a importância da parceria entre os estudantes e a ADUEPB, em defesa da universidade pública.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *